PROPOSTA PEDAGÓGICA

Apresentação

Uma Proposta Pedagógica é antes de tudo um projeto que configura a identidade de uma escola, na medida em que define os pressupostos, as finalidades educativas e as diretrizes gerais da prática pedagógica da instituição que o elabora. Ao construí-lo, somos levados a repensar, a redesenhar a arquitetura da educação e da escola, em busca de uma estrutura harmônica e consistente com nossas crenças, desejos e sonhos. É bom lembrar que a palavra projeto traz, em sua etimologia, o significado de lançar-se para adiante, em direção ao futuro.
O documento que ora apresentamos é a concretização desse conceito geral: representa a busca do possível com base no que temos. Acreditamos que ele contém os fundamentos e princípios que garantirão a identidade que pretendemos consolidar em nossa prática pedagógica.
A legitimidade de um documento dessa natureza vem não só de sua clareza e coerência interna, mas também das motivações e processos que determinaram sua elaboração.
Entre as primeiras manifestações do propósito e sua realização, um longo caminho será percorrido. Caminho de construção de muitas discussões e reflexões.
Como processo e produto são realidades inseparáveis, podemos afirmar que se manifestarão transformações na pratica pedagógica da escola desde o início da construção do Projeto. A reflexão em torno das finalidades da educação, a busca de referenciais em teóricos, a elaboração e reelaboração dos diversos textos que compõem o documento, a definição de sua estrutura final funcionarão como um amplo movimento de revisão e atualização pedagógica.

Missão Educacional

“Servir pessoas, atendendo às suas necessidades educacionais com qualidade.”

A Missão Educacional pressupõe crença na vida, crença na capacidade de o homem compreender a realidade e nele atuar, tornando-se melhor e melhorando a qualidade de vida de toda a sociedade. É, pois, nossa responsabilidade, como instituição educacional, entender o passado, viver o presente e vislumbrar o futuro, para afirmar, com coragem e lucidez os valores que fundamentam a vida, criando condições para que as pessoas se desenvolvam integralmente.

VALORES

Honestidade, solidariedade, trabalho cooperativo, melhoramento contínuo, compromisso com o fazer bem feito.
Ainda que seja mínimo o tempo de permanência de uma pessoa entre nós, queremos que ela, conosco aprenda: A necessidade do questionamento; A alegria da descoberta; O valor da crítica consequente; A coragem da denúncia; O poder de ação criando condições para que construa, com o coração livre de ódios e ressentimentos, uma sociedade fundada na liberdade, na justiça e na solidariedade.

VISÃO

     Sermos reconhecidos como uma referência educacional em nossa comunidade, buscando a vanguarda das transformações, aprimorando a qualidade das relações com as pessoas a quem estivermos servindo e cumprindo nossa responsabilidade social.

Para nós, o crescimento é o que fundamenta a educação. Esse crescimento fundamental será trabalhado em três dimensões:

A) Consciência de si:

     A primeira dimensão – consciência de si – é o ponto de partida para o crescimento global da pessoa. Nasce no momento em que a pessoa aceita sua condição humana – sem medo, sem rancor – e se torna consciente de que é a responsável maior pelo seu próprio crescimento.

A consciência de si deve ser aprimorada em três níveis, simultaneamente: no nível físico, no nível emocional e no nível intelectual.


No nível físico, queremos criar condições para que a pessoa desenvolva:

  • A compreensão do corpo como parte integrante da natureza, como manifestação da vida;
  • A identificação com o próprio corpo – atenção, percepção, aceitação e valorização;
  • A percepção da importância do condicionamento físico, da energia e da vitalidade.

No nível emocional, queremos criar condições para que a pessoa seja capaz de:

  • Valorizar os sentimentos;
  • Expressá-los livremente;
  • Ampliar a percepção do que é sentido.

No nível intelectual, queremos criar condições para que a pessoa aprenda a:

  • Compreender a importância da atividade intelectual como forma de processamento da experiência e alcance de estágios cada vez mais aprimorados de desenvolvimento;
  • Organizar e compreender a sua própria experiência, definindo, a partir dela, metas e programas;
  • Avaliar, com autonomia e lucidez, os resultados das ações e programas implementados;
  • Recombinar e relacionar globalmente dados da sua experiência, de forma a criar respostas novas.

B) Relacionamento com o outro:

     A segunda dimensão – o relacionamento com outro – é determinante do processo pelo qual as pessoas se ajudam a crescer. Dentro dessa dimensão, nos propomos a criar condições para que as pessoas:

  • Percebam a importância do relacionamento como fator de crescimento;
  • Desenvolvam formas afetivas de comunicação, expressando e discutindo com clareza processos e resultados de sua própria experiência;
  • Admitam que os outros tenham e expressem ideias e valores diferentes;
  • Sejam flexíveis, considerando as controverias como oportunidade de desenvolvimento;
  • Percebam sua responsabilidade social, compreendendo que as suas ações individuais se refletem nos outros;
  • Compreendam a importância do trabalho como:
    Meio de aquisição de recursos materiais para garantir, com dignidade, a vida das pessoas;
    Fator de crescimento emocional e intelectual do ser humano;
    Elemento que contribui para a melhoria da qualidade de vida da sociedade;
    Acolham o outro como pessoa em desenvolvimento.

C) Transcendência:

     A terceira dimensão do desenvolvimento pessoal – a transcendência – origem e meta do processo educacional, traduz-se na compreensão profunda da essência da vida. Nesse sentido, queremos propiciar à pessoa experiências que favoreçam:

  • A compreensão do ser vivo como único e integridade de um todo;
  • Encontro da pessoa com a sua razão de ser e com a razão de ser de cada coisa;
  • Reconhecimento da existência de um poder ilimitado que possui dentro de si e que é nosso papel ajuda-lo a desenvolver;
  • Reconhecimento de que o homem é potencialmente um ser limitado.

Não pretendemos definir um padrão para a formação do individuo. Desejamos, porem, criar, nele, em  meio à mutabilidade e ao relativismo característico do processo vital, pontos de referencia e valores fundamentados na sua experiência pessoal e dos que interagem com ele no seu meio.

Desejamos que exista em cada aluno do Colégio Mercúrio:

  • A vitalidade que propicia a renovação constante em busca da qualidade;
  • A sensibilidade que percebe os mais delicados sentimentos;
  • A ternura que acolhe amorosamente todas as pessoas;
  • A sabedoria que revela o caminho da verdade;
  • A firmeza que rejeita o que é contra a vida, para nos tornarmos pessoas independentes e livres, capazes de ouvir a voz da vida e com ela aprender o segredo de aprender.


A missão educacional do Colégio Mercúrio é uma proposta flexível de desenvolvimento das pessoas em dimensões humanas, por nos consideradas fundamentais. Tais dimensões, aqui separar para efeito didático, são na realidade, fatores que se interagem e se integram num todo.