CONHEÇA UM POUCO DA HISTÓRIA DA NOSSA INSTITUIÇÃO

A SOCIEDADE EDUCACIONAL MERCÚRIO LTDA. – SOMERC foi criada em 30 de novembro de 1998, pelos dirigentes do Colégio Mercúrio com a finalidade específica de tornar a Entidade Mantenedora capacitada para ministrar cursos de nível superior.

O Colégio Mercúrio foi fundado em 5 de novembro de 1972, pela Professora Iranir Maria de Sousa e pelo Sr. Antônio Gomes, com o nome de Ginásio Mercúrio, mudado em 1974 para Colégio Mercúrio.  Seu nome advém do fato de se localizar na rua com a mesma denominação, que obedecia a um critério de dar a todas as ruas do loteamento nomes de planetas

Os fundadores, que já tinham experiência na área educacional, pois tinham feito parte de uma sociedade, desfeita, que mantinha um colégio em Jacarepaguá (RJ).

Em 1971, adquiriram o terreno e no mesmo ano iniciou-se a construção do prédio que se compunha de uma área coberta, gabinete da diretoria, secretaria, laboratório de química, uma sala de aula, banheiros e cantina no andar térreo e no segundo pavimento Biblioteca, sala de professores e seis salas de aula.

Em novembro de 1972 iniciou suas atividades com um curso de férias e em fevereiro de 1973 abriu os cursos de Educação Infantil. Em junho de 1973 os de Ensino Fundamental, obtendo nesse mesmo mês o Certificado de Registro de Estabelecimento de Ensino Primário Particular e em outubro desse mesmo ano autorização para o Curso Supletivo de 1º grau. Eram, então, 618 alunos distribuídos nas1ª e 2ª, 4ª à 7ª série e Ensino Supletivo.

Por demanda da comunidade, a escola inicia o processo de implantação do antigo 2º grau e, em abril de 1974, a escola obtém autorização para ministrar os cursos de Técnico de Contabilidade e Assistente de Administração, de Técnico de Secretariado e de Técnico de Química, tendo no Ensino Médio Profissionalizante.

A demanda da comunidade  por cursos de qualificação profissional, motivou a ampliação das instalações físicas do estabelecimento, com a construção do 2º pavimento, iniciada em 1975.

Ainda em 1975, realiza-se a primeira Feira de Ciências.

Iniciadas atividades esportivas gratuitas fora dos horários das aulas, em 1978, o Colégio Mercúrio sagrou-se campeão dos Jogos Municipais da Cidade do Rio de Janeiro, na modalidade handebol feminino, e depois em 1979 a 1982.

Em 1978, inicia-se a implantação de um projeto de educação integral que pressupunha que o currículo escolar deve articular escola e vida, que a escola é o lugar onde se desenvolve o potencial dos alunos, e portanto, deve ser aberta às artes, aos esportes, ao lazer e a tudo aquilo que faz o ser humano feliz.

O Colégio se afirma e ganha muita credibilidade com seus cursos profissionalizantes de nível médio, todos com seus laboratórios especiais, mantendo convênios com diversas empresas para estágio remunerado de seus alunos.

Continua a expansão física do Colégio que passa a ter 25 salas de aula  e 4 laboratórios; inaugura o Ginásio de Esportes em terreno anexo, o Serviço de Orientação Educacional se amplia e passa a contar com o apoio de uma psicóloga e a Biblioteca passa a funcionar em horário integral nos três turnos

Em 1980, o Colégio é  reconhecido pelo Parecer 60/80 do CEE/RJ.

As atividades esportivas continuam se desenvolvendo , criam-se as equipes de basquetebol e voleibol e os títulos são conquistados ano a ano. 

Inicia-se a Banda Marcial e, também, na década de 80, são autorizados novos cursos profissionalizantes de Patologia Clínica, Eletrônica, Enfermagem e de Estudos Adicionais para o Magistério Pré-Escolar.

O estabelecimento chega a ter 2500 alunos e nos anos 90 tem a média de 2800 alunos.

Nos anos 90 são autorizados os curso profissionalizantes de Técnico em Processamento de Dados e de Professores de Educação Física para 1ª a 4ª séries.

Com o advento da lei 7044/82 que desobrigou os estabelecimento de ensino de 2º grau de dar ensino profissionalizante, o Colégio atinge o auge das matrículas nesses cursos, pois a demanda por uma boa formação profissional  existe na comunidade que os preferem aos cursos de formação geral.

No inicio dos anos 90, começa a informatização da escola e hoje toda a rotina administrativa está informatizada e as duas programadoras existentes são ex-alunas do Curso Técnico de Processamento de Dados.

Todos os alunos, do Maternal ao Ensino Médio passam a ter aulas de computação em um dos quatro laboratórios instituídos no Colégio. Os laboratórios de Informática são modernizados a cada dois anos e, hoje, contam com 60 computadores “Pentium” e com os mais modernos softwares do mercado

Em 1996, iniciou-se a reforma geral do prédio principal: todo o piso é trocado, salas especiais são redistribuídas.  Em 1997, todas nas salas do 3º pavimento ganham janelas novas e aparelhos de ar condicionado.  As instalações da Educação Infantil passam por reformas e ganham uma piscina infantil e um novo “parquinho”.

Na década de 90, o currículo escolar foi revisto, é elaborado um novo Regimento, todos os cursos têm uma ampliação de suas cargas horárias, e elaborado um novo critério de avaliação do aprendizado. Institucionaliza-se a representação estudantil, e os alunos com maior autonomia, são os responsáveis pelos Festivais de Poesia, Danças e Música. e pelas Mostras de Tecnologia e Ciências e  de outras atividades escolares.

Em 1998, inaugura-se o Anexo na Rua Mercúrio, 1631, com duas quadras poli-esportivas, 8 salas de aula com ar refrigerado, um palco, cantina , piscina semi-olímpica e outra infantil.

O currículo do Ensino Médio Profissionalizante foi ampliado para garantir uma carga horária maior para as disciplinas de formação geral

A Avaliação do Colégio  é feita ao final do ano letivo pelos alunos e pelos pais .                     É intenção do Colégio realizar a Educação Profissional concomitantemente com o Ensino Médio Propedêutico.

Em 1998, o Colégio Mercúrio possuía 3000 alunos distribuídos, do Maternal ao Ensino Médio, nos três turnos.

Em 1999 a escola continua um processo de reforma e ampliação das instalações para propiciar maior conforto a comunidade. Ë também neste ano que a equipe técnico-pedagógica e o corpo docente iniciam a reformulação dos conteúdos programáticos e das matrizes curriculares.

Inicia-se a discussão da Proposta Pedagógica da escola e os estudos dos Parâmetros Curriculares do Ensino Fundamental e Educação Infantil.

NOSSA LINHA DO TEMPO

Em 1972

Houve a fundação do Ginásio Mercúrio,

Em 1973

Início das atividades do Jardim de Infância e obtenção do Certificado de Registro de Estabelecimento de Ensino Primário Particular e autorização para o Curso Supletivo de 1º Grau;

Em 1974

Implantação do antigo 2º grau e autorização para ministrar os Cursos Técnicos de  Contabilidade, Assistente de Administração, Técnico de Secretariado e de Técnico em Química;

Em 1975

Realiza sua primeira Feira de Ciências, com a participação de várias escolas e Comunidade;

Em 1976

Diploma de Honra ao Mérito do Ministério da Educação e Cultura, por ter participado no processo de erradicação do analfabetismo;

Em 1978

Oferecimento de bolsas de estudos integrais, através do Programa de Assistência ao Educando do Governo Federal;

Em 1979

Oferecimento gratuito, fora do horário das aulas, atividades esportivas, através de escolinhas de vários desportos, buscando a divulgação do esporte coletivo, handebol;

Em 1980

Reconhecido pelo Parecer 60/80 do CEE/RJ. Início as atividades da Banda Marcial. Novos Cursos Técnicos são autorizados: Patologia Clínica, Eletrônica, Enfermagem e Magistério Pré-Escolar;

Em 1988

Menção Honrosa da Sociedade Luiz Fernando Baré, por seus humanitários serviços em prol da doação voluntária de sangue. Alunos e professores numa ação voluntária visitam o Asilo São Francisco de Assis, na Baixada Fluminense e oferecem aos seus internos, além das doações, atividades de recreação e leitura;

Em 1990

Cursos profissionalizantes são autorizados: Processamento de Dados e Professores de Educação Física para 1ª a 4ª séries. Nesse mesmo ano, o Colégio Mercúrio passa a proporcionar aos alunos dos seus cursos profissionalizantes, a obtenção de renda, através do Banco de Estágios;

Em 1991

Começa sua informatização. Participação como colaborador do Plano Estratégico II da Cidade do Rio de Janeiro, destacando-se como parceiro nas Ações Comunitárias do Viva Rio;

Em 1996

Recebimento de homenagem do Lions Clube de Madureira e do Lions Clube de Rocha Miranda;

Em 1997

Participação nas Mostras de Danças promovidas pela Prefeitura de São João de Meriti. Recebimento de Moção Honrosa da Câmara de Vereadores do Município do Rio de Janeiro, pelos serviços prestados à Associação de Moradores do Village Pavuna;

Em 1998

Ampliação do currículo do Ensino Médio Profissionalizante, dando maior carga horária para as disciplinas de formação geral;

Em 1999

Institucionalização da representação estudantil;

Em 2000

Criação da Faculdade Mercúrio, pelos dirigentes do Colégio Mercúrio;

Em 2002

Início das atividades da Faculdade Mercúrio  com os Cursos de Graduação em Administração de Empresas, Sistemas de Informação e Licenciatura em Educação Física. Dando prosseguimento ao desenvolvimento para a  cultura e geração de renda, realiza diversas atividades dentre elas: Semana de Informação Profissional e Palestras para jovens durante a Semana Nacional de Ciências e Tecnologia;

Em 2003

Recebimento de Menção Honrosa pela comemoração dos 119 anos do bairro Pavuna e através do Diário da Câmara Municipal do Rio de Janeiro, Votos de Congratulações e Aplausos por sua responsabilidade social junto à Sociedade;

Em 2004

Recebimento do Selo de Escola Solidária e do Selo de Confiança, pelo Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino do Rio de Janeiro. Alunos dos Cursos Técnicos participam da EXPOTEC RIO sendo seus projetos agraciados;

Em 2005

Recebimento do Selo de Escola Solidária e do Certificado de Regularidade da Secretaria Estadual de Educação.  Indicação para o Prêmio Personalidade Educacional “Jornal Folha Dirigida”. Convidado a participar da Expointerativa;

Em 2006

Início do Projeto Redação com a publicação de dois livros de Poesias escritas pelos alunos da Faculdade e Colégio Mercúrio;

Em 2007

Recebimento de homenagem do Jornal REAGE, pela qualidade, seriedade e visão na formação dos alunos, nas áreas da Cultura, (com a Bienal do Livro do Colégio Mercúrio ) Cívica ( Desfile cívicos ), Meio-ambiente ( Projeto Não queremos “Meio” Ambiente, Queremos Ambiente Inteiro” e    pelas premiações alcançadas no EXPOTEC RIO. Através dos projetos dos alunos do Curso Técnico em Química na conquistas de 3 primeiros lugares e um terceiro lugar;

Em 2008

Surgimento do Projeto DIA 10 é 10, forma de valorizar entre os alunos o espírito da cidadania no âmbito escolar, para a Comunidade;

Em 2009

Alunos participam de novos desafios, como a Olimpíada Brasileira de Astronomia, Projeto Inovar e FECTI;

Em 2010

Início do funcionamento do elevador para atendimento aos alunos portadores de necessidades especiais. Ampliação de convênios com a Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro, Prefeitura de São João de Meriti, Conselho Tutelar São João de Meriti, Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Rio de Janeiro, Instituto Gerando o Futuro, Centro Educacional Ysach Gandra Ltda, Igreja de Nova Vida de Coelho da Rocha, Igreja Ministerial Templo da Conquista, Sindicato de Trabalhadores nas Indústrias de Cervejas, Bebidas e Águas em Geral do Estado do Rio de Janeiro, Laboratório Daudt Oliveira Ltda,  Ministério da Saúde – Núcleo Estadual do Rio de Janeiro, PEP  –  Associação Empresarial Industrial e Logística da Pavuna e Adjacências. Modernização dos Equipamentos de Informática. Implantação de Rede Wi-Fi nas instalações. Ampliação do número de instituições parceiras. Finalização das obras da piscina, quadra e Anexo com 10 salas.